Colônia do Gurguéia: MPF investiga denúncia contra prefeita Doquinha após licitações

Compartilhe

O Ministério Público Federal no Piauí (MPF-PI), por meio do procurador da República Patrick Áureo da Silva Nilo, instaurou um inquérito civil para investigar denúncia anônima que foi realizada contra a prefeita de Colônia do Gurguéia, Alcilene Alves de Araújo, mais conhecida como Doquinha.

Na portaria de nº 15, de 9 de maio, o procurador explicou que recebeu uma denúncia anônima, relatando diversas irregularidades na contratação de empresas, após a realização de procedimentos de licitação que teriam sido irregularmente conduzidos e considerados desertos.

Segundo o denunciante, as licitações eram realizadas, mas não aparecia nenhuma empresa interessada. Quando a licitação é considerada deserta, torna-se dispensável a licitação e a prefeitura poderá contratar diretamente a empresa de seu interesse, desde que demonstre motivadamente existir prejuízo na realização de uma nova licitação.

Prefeita Alcilene Alves de Araújo, mais conhecida como Doquinha

Foram citados como exemplos, as Tomadas de Preço nº 8/2018, 9/2018 e 14/2018, realizadas no ano passado. Segundo o procurador, se faz necessária a investigação, pois o “Ministério Público é uma instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis”.

Fonte: GP1

Comentários no Facebook

Entre em contato com o Portal MN
Enviar mensagem
Close