Servidores do Detran-PI denunciam que estão sem salários há 90 dias

Compartilhe

Os servidores terceirizados do Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Piauí – DETRAN-PI cruzaram os braços, após 90 dias de atraso salarial. O único posto que estava realizando atendimento, localizado no Espaço da Cidadania, no Shopping Rio Poty, também parou e deixou os usuários sem prestações de vários serviços.

De acordo com o contador Miguel Ferreira, ele buscou atendimento na tarde desta terça-feira (02) no posto situado no Shopping Rio Poty e não conseguiu ter acesso ao Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). “O documento não chegou na minha casa e eu vim saber se poderia buscar aqui. Tive a resposta que sim, a funcionária disse que eu poderia buscar no posto, mas que o Detran estava em greve e nenhum funcionário poderia me atender. Eu entendo a reivindicação, mas o mínimo de 30% não está sendo respeitado”, reclamou.

Uma funcionária, que preferiu reservar a identidade, disse que os pagamentos referentes a julho e agosto seriam realizados hoje, o que não aconteceu. “São três meses trabalhando e sem receber nenhum centavo. O outro pagamento é dia 5 agora, mas a gente não recebeu nem os outros meses […] Então, só a gente do Espaço da Cidadania estava trabalhando, todo mundo estava vindo para cá. Hoje alguns vieram, mas não trabalharam, outros nem vieram”, denunciou.

Outro lado

Por meio de nota, assessoria do Detran-PI informou que já foram realizados os pagamentos junto às empresas responsáveis pelos prestadores de serviços terceirizados e que espera que os atendimentos sejam normalizados nesta quarta-feira (03).

Confira a nota na íntegra:

O Detran-PI informa que fez o repasse às empresas e já notificou as mesmas para efetuarem o pagamento dos terceirizados. Por isso, não há motivos para paralisação. O Detran espera que os terceirizados retomem as atividades nesta quarta-feira (03).

Fonte: GP1

Comentários no Facebook

Entre em contato com o Portal MN
Enviar mensagem
Close